Estudo da HP: influência vs popularidade em redes sociais

Por Ricardo de Paula

A HP tem aplicado rigorosas práticas científicas para o estudo das mídias sociais. Seus estudos seguem os mais altos padrões  e normalmente envolvem um grande número de pessoas e, portanto, revelam alguns aspectos fundamentais da cultura online.

O mais recente estudo do Dr. Huberman e sua equipe envolve a influência no Twitter. Mais de 22 milhões de tweets foram analisados, o que levou à criação do algoritmo IP, que mede a influência e a passividade dos usuários do Twitter.

O estudo revelou que a maioria dos usuários do Twitter são passivos, eles não retuítam as mensagens, mostrou também que existe uma diferença entre popularidade e influência – um grande número de seguidores não se converte em influência se os seguidores não retuítam suas mensagens, assim, parece que a chave não é apenas ter seguidores, mas sim aqueles ativos que gostem de partilhar os seus pensamentos.

Eles chegaram a algumas conclusões:

“Isso revela implicações interessantes sobre a relação entre a popularidade de uma pessoa e a influência que ela exerce sobre as outras pessoas. Em particular, isso mostra que ter muitos seguidores no Twitter não implica poder de influenciá-los até o ponto de  clicarem em uma URL.”

“Dada a proliferação das mídias sociais, esforços enormes são devotados por indivíduos, governos e empresas para obter atenção para suas idéias, políticas, produtos, comentários através de redes sociais.”

“Mas a grande escala das redes sociais subjacentes torna difícil para qualquer um chamar a atenção o suficiente.”

“Este estudo mostra que a correlação entre popularidade e influência é mais fraca do que se poderia esperar.”

“Este é um reflexo do fato de que para as informações se propagarem as pessoas precisam transmiti-las aos outros membros, tendo assim que participar ativamente em vez de lê-la passivamente.”

“Isso abre a possibilidade de descobrir pessoas influentes dentro de uma rede que tem, em média, um alcance maior do que outros no mesmo meio, independentemente da sua popularidade.”

Para quem quiser ler o estudo, clique aqui.

Fonte: Midias Sociais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: