Google lança serviço de música online no Google I/O

Plataforma permitirá streaming de arquivos dos usuários, de qualquer lugar, desde que estejam conectados à internet.

A Google anunciou um novo serviço de músicas online, que será semelhante a um serviço lançado recentemente pela Amazon. A companhia anunciou o serviço na abertura da conferência de desenvolvedores Google I/O, em São Francisco, que começou nesta terça feira (10/05). A partir do anúncio, a Google lançará apenas uma versão de testes, que não estará disponível para o público em geral. Apenas pessoas que tiverem convite de acesso poderão testar a novidade, e serão privilegiados usuários que estiverem na Google I/O.

O Music Beta by Google, como está sendo chamado, permitirá o streaming de arquivos dos usuários do Google, de qualquer lugar, desde que esteja conectado à internet. Os usuários Android, porém, terão acesso à biblioteca mesmo em modo offline. É que as faixas mais ouvidas são “cacheadas” nos aparelhos, evitando, assim, o download a todo momento.

Uma nova ferramenta, chamada “Instant Mix”, seleciona até 25 músicas similares à que você está ouvindo naquele momento. “Ao contrário de outros serviços, o Instant Mix literalmente ´ouve´ a faixa e encontra músicas parecidas. É algo bastante engenhoso”, afirma Paul Joyce, spokesman do Google.

Em março, a Amazon lançou o serviço de reprodução de músicas online da Amazon MP3, o Amazon Cloud Player, que dava acesso às músicas do Amazon Cloud Driver. Os usuários da Amazon podem executar apenas as músicas que comprarem pela Amazon MP3, para evitar pirataria. Já no caso do Google, a opção de músicas para download não ficará disponível, para que o serviço não incentive as cópias. A Google também deve limitar o upload em 20 mil arquivos, e afirma estar conversando com as gravadoras – apesar de ainda não ter fechado parceria com nenhuma delas. Zahavah Levine, diretora de conteúdo e parcerias da empresa, disse em entrevista à Billboard: “Estamos em negociações com a indústria para vários produtos diferentes, mas os resultados são bem diversos. Algumas grandes gravadoras estão menos focadas em inovação e parecem mais interessadas em manter um velho e insustentável modelo de negócios”, conclui.

Fonte: Olhar Digital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: