Garotas que usam Facebook têm maior tendência a distúrbios alimentares

Pesquisa aponta que o tempo passado no facebook agrava os distúrbios alimentares Foto: Getty Images

Pesquisadores da Universidade de Haifa, em Israel, apresentaram o resultado de um estudo em que afirmam que quanto mais tempo garotas passam no Facebook, maior sua tendência a sofrer de distúrbios alimentares.

Os cientistas entrevistaram 248 garotas com idade entre 12 e 19 anos com perguntas sobre suas atividades na internet e na TV, perguntando também sua opinião com relação ao corpo, à forma de se alimentar e sua visão sobre si mesmas.

O site do TG Daily conta que um dos resultados foi bastante óbvio, ligando diretamente distúrbios alimentares ao tempo que as meninas passam em sites de moda. Porém, o que surpreendeu os pesquisadores foi a relação com o Facebook.

Os pesquisadores concluíram que quanto mais tempo as meninas passam no site de relacionamentos, maior sua sensação de desprezo pelo próprio corpo e visão negativa com relação à sua imagem. Na TV, programas de fofoca foram ligados aos problemas alimentares.

Por outro lado, meninas cujos pais estão envolvidos e cientes das suas atividades na rede, têm menor tendência aos distúrbios. De acordo com os cientistas, a pesquisa mostra que os pais ainda possuem muita influência na prevenção de comportamentos perigosos.

Fonte: Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: