Todo psicólogo (ou quem cursa Psicologia) é doido?

por Cleison Guimarães

Antes de tudo vou expor aqui duas opiniões, que são de grande valia para o restante do texto.

Uma vez ouvi de uma professora da faculdade que toda a pessoa envolvida com a Psicologia precisa ter um pé ou uma mão em alguma psicopatologia, ou seja, precisa ser um pouco paranoico, um pouco depressivo, um pouco histérico. Só um pouco mesmo.

Outra vez, lendo o livro Cartas a um jovem terapeuta do Contardo Calligaris (inclusive, um livro que deve ser lido por todo iniciante na clinica e também por todo aquele que está iniciando o curso de psicologia), Contardo Calligaris diz que gostaria que todo o aspirante a psicoterapeuta tivesse uma quilometragem rodada no quesito “sofrimento subjetivo”, ou seja, que também possuísse questões que sempre pedem para ser resolvidas consigo mesmo.

Com isso, eu penso: será correto quando dizem que todo o psicólogo é doido ou algo que valha o ditado?

A resposta que eu concluo: Sim e não. Vamos lá pensar o porquê dessa dupla resposta!

Primeiro, acredito que “não”, que nem todo psicólogo precisa ter algum distúrbio psíquico para ser psicólogo e entender alguma coisa da mente humana. Todos sabem que quem cursa psicologia precisa constantemente estar saudável subjetivamente pelo fato de que o terapeuta, muitas vezes, funciona como um suporte ou um apoio para o cliente que busca a terapia, ou seja, é necessário que o terapeuta esteja bem para que possa auxiliar da melhor forma possível aquele sujeito que está sofrendo e busca uma cura.

Segundo, quando é dito que o psicólogo precisa ter uma mão ou pé em algum sofrimento psíquico e muitas vezes ter vivido esse sofrimento e ter uma quilometragem rodada, isso quer dizer que, em muitos casos ou todos, é necessário que o terapeuta tenha tido contato com o sofrimento subjetivo ou como alguns dizem: ele tenha alguma “esquisitice” ou “mania”.

Aí que vemos o que é importante: é necessário que ele tenha vivido algum problema ali ou acolá e quem sempre precise ter questões pessoais para resolver e com isso constantemente estar em terapia.

Também sabemos que os próprios pais e mães da Psicologia não eram lá figuras de normalidade exemplar.

Outro ponto: muitas pessoas acreditam que terapia é baboseira e não funciona, então pensemos, se um próprio terapeuta não faz terapia usando a desculpa de que “não preciso, está tudo bem, obrigado” imagine qual será o reflexo disso nas outras pessoas? É necessário que a terapia seja vivenciada pelo terapeuta no lugar de cliente também. Como diz Contardo Calligaris, mesmo que haja gente por ai que não acredita na funcionalidade da terapia você estará tranquilo com isso, porque mesmo que não funcione com ela você sabe que funcionou com uma pessoa: você.

E fora isso, muitos sabem que os psicólogos possuem sim alguma maniazinha, isso é necessário porque mostram que os terapeutas são tão humanos quanto aqueles que buscam a terapia e que por isso mesmo possuem dificuldades que precisam ser vividas e vencidas.

Então, quando alguém disser que você é esquisito e por isso mesmo está fazendo Psicologia, sorria e pergunte que tipo de mania é essa, porque você sabe quem tem problemas tanto quanto a pessoa que lhe falou de sua “mania”. E são esses “problemas” e outras coisas a mais, que tornam a vida humana tão singular.

* * *

Cleison Guimarães é acadêmico de Psicologia. É escritor iniciante e blogueiro. Visite seu blog, o Caleidoscópio, aqui. Siga-o no twitter, aqui.

Anúncios

16 comentários em “Todo psicólogo (ou quem cursa Psicologia) é doido?

Adicione o seu

  1. Muito bom o texto. Muitas pessoas pensam que só pq fazemos psicologia somos pessoas que não ficamos com raiva, triste, depressivo, etc…. e tbm nos acham estranhos e como vc disse esquisitos.
    Sobre a terapia vc disse muito bem, todos nós temos que fazer terapia, pq é bom e funciona!!!!!!!!!
    bjs.

  2. Ah e não gosto das pessoas que quando falamos que fazemos psicologia, logo começam a contar todos os seus problemas, como se fossemos resolver tudo ali na hora!!!!!!!!!!

  3. Um otimo texto.
    Esclarecer o papel do psicologo na sociedade é de suma importancia.
    Meu querido colega de curso voce arrebenta x)
    Abs

  4. Nossa adorei ler este texto,pois quero muito fazer psicologia,mais para todos que falo isso, falam que eu vou ficar doida ou então dizem que já sou doida,mais depois de ler este texto vou sim fazer psicologia. E adorei a dica de fazer terapia. Obrigado.

  5. Olá: Também tenho interesse em fazer Psicologia ou Filosofia, porém às vezes fico em dúvida justamente por considerar que minhas neuroses e outros problemas nao deviam serem resolvidas em um curso. Acrescento que já faço análise há quase um ano, mas continuo com o desejo de cursar Psicologia, nao tanto para atuar como Psicológo, já que tenho uma Profissao (Policial civil) e sim para autoconhecimento e também para uma possibilidade maior de ajudar os outros com seus problemas e dificuldades de viver. Trabalho em Delegacia e também sofro um pouco com o sofrimento dos outros. Gostaria de receber uma opiniao sobre isso. Desde agradeço a atenção e aguardo resposta

    1. Olá Israel, que bom que está acessando nosso blog, também agradecemos por isso.

      Então, acredito que você já esteja no caminho certo, que é estar fazendo analise, esse processo leva ao auto-conhecimento naturalmente, na faculdade você terá mais base teorica para entender a subjetividade humana, auxilia muito no processo de compreensão do outro. Mas se o caso for apenas o auto-conhecimento a terapia é o caminho indicado a isso. Outro ponto importante é quando você diz “e também sofro um pouco com o sofrimento dos outros” isso já é um otimo indicativo de empatia, é uma habilidade que quem deseja estudar Psicologia precisa deenvolver, é uma condição da natureza do psicologo ser empatico, é a unica forma de compreender o outro em sua totalidade.

      Espero ter respondido, valeu. Continue acessando o Psicosaber. Valeu 😀

      Cleison Guimarães

  6. Adorei a matéria, é brilhante.. Tenho paixão pela psicologia, e leio muito sobre a área e quanto mais leio, mais apaixonada fico, mas vejo que pra seguir a área tem mesmo que ter muito amor, ainda não iniciei a faculdade, talvez por não ter como pagar, nunca tive apoio dos meus pais me criei sem eles, sempre tive que trabalhar pra ter o que eu precisava, sei que sou uma guerreira, já passei por tanta coisa nessa vida, e estou muito bem firme e forte, e acreditando sempre nos meus sonhos, tenho um filho de 4 anos e por ele existir eu sinto ainda mais vontade de ir atrás, sei que não é fácil mas não irei desistir, agora descobri um problema de saúde, uma lesão de alto grau no colo do útero, mas vou me operar e vou ficar bem, e irei achar uma maneira de alcançar meus objetivos.. um dia a vida sorri pra mim e eu eu irei sorrir de volta..

  7. Oi meu nome é Marcia tenho 18 anos, tenho uma deficiencia fisica e uso cadeiras de rodas, só que isso nao me afeta muito e estou querendo cursar esse ano a faculdade de Psicologia.. sera que sou capaz??
    Muitas vezes acho que sim, pois esse é e sempre foi o meu grande sonho e se eu ter força de vontade e muita dedicação eu vou conseguir.. mais é que as tem horas que me bate umas duvidas…. será que eu continuo nessa…

  8. Boa noite. Adorei o texto.
    Tenho 20 anos, fui mãe aos 18 e sofrir de Depressão pós parto, e até hoje não conseguir me livar totalmente da depressão e ansiedade. Tenho muita vontade em fazer psicologia para conhecer melhor a mente humana, mais por outro lado tenho medo de ficar mais “doida” ainda rsrs, pois a mente humana é tão complexa.
    Eu tenho depressão e amo psicologia, esse curso será uma boa opção pra mim? Muitíssimo obrigado.

  9. Boa noite. Adorei o texto.
    Tenho 20 anos, fui mãe aos 18 e sofrir de Depressão pós parto, e até hoje não conseguir me livar totalmente da depressão e ansiedade. Tenho muita vontade em fazer psicologia para conhecer melhor a mente humana, mais por outro lado tenho medo de ficar mais “doida” ainda rsrs, pois a mente humana é tão complexa.
    Eu tenho depressão e amo psicologia, esse curso será uma boa opção pra mim? Muitíssimo obrigado. .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: